05 junho, 2010

e fomos felizes para sempre

Um beat em condições, arranjos impecáveis, scratch, uma boa voz e um rapper: eis como transformar "Toxic", originalmente de Britney Spears (sim, essa mesmo), numa música nova. Obra de Mark Ronson.

2 comentários:

Joana Nicolau disse...

Estou estarrecida! Quando li o texto do post pensei "yeah right, aquela é uma música sem salvação", mas depois de ouvir... damn! Estou parva!

Francisco disse...

eheheh, é ouvir para crer! :)